Entenda os Danos do Açúcar na sua Pele

Entenda os Danos do Açúcar na sua Pele

A maioria das pessoas não sabem, mas o excesso pode acelerar o envelhecimento da pele.

Quando consumimos açúcar, nosso corpo passa por um processo chamado de glicação, que ocorre quando as moléculas de açúcares naturalmente presentes em nossa pele, aderem às fibras de colágeno e elastina.

Estes açúcares criam pontes rígidas entre as fibras, aos quais chamamos Advanced Glycation End Products (A.G.E.s). A formação de A.G.E.s está associada às alterações na estrutura e na função de proteínas como o colágeno e elastina, e o acúmulo dos mesmos causam a perda de elasticidade e o aparecimento de rugas. Também tem sido demonstrado que a glicação faz com que a pele fique mais susceptível aos danos do sol. Os cientistas descobriram que os antioxidantes protegem contra danos causados pelo sol, mas a glicação desativa enzimas antioxidantes naturais do nosso corpo, deixando-nos vulneráveis aos raios nocivos do sol e os danos do sol é uma das principais causas de fragilidade da pele e rugas.

A inflamação produzida pela ingestão de muito açúcar provoca erupções, vermelhidão e erupções cutâneas que se parecem com rosácea. Ao reduzir a quantidade de açúcar que você ingerir, você também pode reduzir a vermelhidão e erupções na pele. As pessoas propensas ao eczema e outras condições da pele também podem notar uma melhora nos sintomas se desistirem do açúcar.

Como amenizar estes problemas?

Primeiro, devemos evitar o açúcar e consumir alimentos antioxidantes. Podemos indicar o uso de suplementos antiglicantes que atuam na prevenção e no tratamento de diversas desordens metabólicas e doenças associadas ao envelhecimento sistêmico que agem no “rearranjo” das etapas iniciais do processo de glicação. Abraço.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
Oi, tudo bem? 😃
Clique aqui para fazer um agendamento ou tirar dúvidas sobre a consulta. 💪🏻🍎
Close Panel